Certificação e Sustentabilidade

Certificação Ambiental e Social

Não basta a empresa informar ou formular a importância das ações de sustentabilidade em seus processos de gestão, como muitas o fazem,  sem contudo apresentar a certificação.   O importante é a transparência nas suas ações e a certificação dos seus relatórios efetuados por empresas independentes de certificação garante a credibilidade  e o respeito da sociedade.

Sustentabilidade  e responsabilidade social exigem  investimentos pesados das empresas, principalmente as  que exercem atividades com potenciais que possam agravar o meio ambiente ou menores investimentos daquelas que produzem ou comercializam produtos finais e querem atestá-los com mais eficiência ao consumidor. 

No Brasil temos várias empresas de certificação independentes que auditam e avalizam os programas e projetos tanto na questão ambiental como de responsabilidade social.

São utilizadas normas internacionais de avaliação cuja obtenção de conformidade vai trazer inúmeros benefícios, pois  a empresa terá o respeito dos concorrentes, a admiração dos colaboradores, a confiança dos clientes e a valorização da sua marca. .

Atualmente existe uma variedade de normas e práticas reconhecidas internacionalmente para a avaliação dos processos de gestão social e ambiental:

 

 

ISO 26000: Norma internacional, mais importante de todas, conhecida como as Diretrizes de Responsabilidade Social,  estabelece práticas envolvendo várias áreas na gestão com abordagem totalmente inédita, normatizando em conjunto a governança organizacional, práticas trabalhistas, lealdade e ética nos negócios, cuidado com o meio ambiente, direitos humanos, desenvolvimento da comunidade e proteção do consumidor. Trata-se de um novo paradigma que define uma completa responsabilidade social para a empresa. A versão em português da norma, denominada ABNT NBR ISO 2600 foi apresentada em dezembro de 2.010. Se trata de uma norma de diretrizes e práticas de uso voluntário, não visando a certificação.

Veja apresentação no link abaixo     //http://www.abnt.org.br/imagens/IMPRENSA/APRESENTACOES/workshop_RS_03-07-08_ISO_Cajazeira.pdf

 

Série ISO 14000: conhecida como a Norma Ambiental, ela é composta de várias normas:

    • ISO 14001: trata do Sistema de Gestão Ambiental (SGA), e direcionada à certificação por terceiras partes.
    • ISO 14004: trata do Sistema de Gestão Ambiental, e destinada ao uso interno da Empresa.
    • ISO 14010: são normas sobre as Auditorias Ambientais que asseguram credibilidade a todo processo de certificação ambiental, visando as auditorias de terceiras partes.
    • ISO 14031: são normas sobre Desempenho Ambiental, que estabelecem as diretrizes para medição, análise e definição do desempenho ambiental de uma organização, a fim de assegurar o SGA.
    • ISO 14020: são normas sobre Rotulagem Ambiental, estabelecendo orientações para a expressão das características ambientais dos produtos das empresas, de forma que os rótulos ressaltem as características ambientais do produto.
    • ISO 14040: são normas sobre a Análise do Ciclo de Vida, estabelecendo as interações entre as atividades produtivas e o meio ambiente. Analisa o impacto causado pelos produtos, processos e serviços relacionados desde a extração dos recursos naturais até a disposição final.

 

Green Report Iniciative (GRI-G3) : organização sem fins lucrativos que desenvolve Relatórios de Sustentabilidade em consonância com mais e 1.000 organizações em todo mundo. Ela é formada por ambientalistas, ativistas sociais e especialistas.

BS 8901 : Norma voltada para a Gestão de Sustentabilidade de Eventos e Shows, como as Olimpíadas, Rock in Rio, Copa do Mundo, etc. Ela define as melhores práticas para a que a realização de eventos não causem impactos ao meio ambientes identificando as principais questões como gestão de resíduos, eficiência energética e de recursos.

                        

ISAE 3000 International Standard on Assurance Engagements : Envolve normas de asseguração nas informações sobre sustentabilidade e responsabilidade social. Normalmente os relatórios são emitidos por empresas de auditoria independentes.

 

Norma AA1000 da Accountability : Normas para o desenvolvimento sustentável em todos os seus aspectos, principalmente o social. Tem avaliação anual e envolve também os parceiros da empresa. Foi criada em 1996 pelo Institute of Social and Ethical Accontability.

Norma  SA 8000 : Norma relacionada com as relações trabalhistas em toda a cadeia produtiva, para averiguação de discriminação, trabalho escravo ou trabalho infantil.  Foi criada em 1997 pela CPAA – Council on Economic Priorities Accreditation Agency,  sendo reconhecida mundialmente como a norma mais aplicável ao ambiente de trabalho e pode ser auditada em qualquer tipo de organização, em qualquer lugar e em todos os segmentos da cadeia produtiva. Entre as áreas cobertas pela SA 8000 estão: trabalho infantil, trabalho forçado, saúde e segurança, liberdade de associação e direito a acordos coletivos, discriminação, práticas disciplinares, horas de trabalho, compensação e sistemas de gestão. Estabelecendo padrões que governam os direitos dos trabalhadores, a SA 8000 adota acordos internacionais existentes, incluindo as Convenções Internacionais do Trabalho, Convenção das Nações Unidas pelos Direitos da Criança e na Declaração Universal dos Direitos Humanos.

ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial

É relacionado com o mercado da Bolsa de Valores e por ela gerido. Foi criado por várias instituições e se trata de um índice  de ações que tem como referência  o comprometimento  com a responsabilidade social e ambiental  das empresas com ações negociadas na Bovespa. As aplicações nas carteiras de ações dessas empresas são denominadas de investimento socialmente responsável (SRI).

IFC- Princípios do Equador

São regras utilizadas pelos maiores bancos internacionais para a concessão de crédito às empresas, com o intuito de garantir a sustentabilidade socioambiental dos investimentos. Para obter os recursos as empresas  devem incorporar em suas estruturas de gestão corporativa várias  quesitos, como  o respeito aos direitos humanos, gestão ambiental, proteção à saúde, diversidade cultural e étnica, eficiência na produção, distribuição e consumo dos recursos naturais, entre outros.

NORMA OHSAS 18000

Norma que trata das questões relacionadas ao sistema de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho. Integra uma série de responsabilidades de Higiene, Segurança e Saúde Ocupacional em todas as atividades da organização. Envolve as questões relacionadas à segurança de máquinas, condições ambientais de salubridade, ergonomia, e higiene, entre outros, bem como fixa objetivos e metas além de desenvolver programas específicos para a área. É certificada por organismos acreditados internacionalmente.

 

 

Facebook Comments