Seminário Cultura e Desenvolvimento Sustentável

Seminário Cultura e Desenvolvimento Sustentável

Brasil e União Europeia uniram forças para fazer com que a cooperação cultural entre ambos contribua para avançar a causa do fortalecimento da cultura na governança global. Um dos resultados dessa união são os Diálogos Setoriais União Europeia x Brasil, projeto do governo brasileiro em conjunto com a União Europeia, que realizou, em Brasília, nos dias 21 e 22 de maio, o Seminário Cultura x Desenvolvimento Sustentável.

O objetivo foi promover o intercâmbio de iniciativas e ações implementadas tanto pelo Brasil quanto pela União Europeia a favor da diversidade de expressões culturais, sobretudo visando tornar mais efetivo o papel estratégico da cultura no impulso do desenvolvimento sustentável.

Foram  três mesas de conferência, cada uma com um dos eixos constituintes do conceito de desenvolvimento sustentável – desenvolvimento econômico, desenvolvimento social e proteção ambiental e ministradas por convidados da União Europeia e Brasil com experiência acadêmica na gestão pública ou gestão cultural. A configuração da cultura como o quarto eixo do desenvolvimento foi tema da palestra final, acompanhada de debate e conclusões do seminário. O conteúdo do seminário será reunido em uma publicação posteriormente.

O Ministério da Cultura busca consolidar, nas políticas públicas, a percepção da diversidade cultural como propulsora do desenvolvimento sustentável, a partir da história e das peculiaridades do país, tendo a cultura como um quarto pilar desse conceito, visto que ela perpassa os demais reconhecidos.

4º EIXO DO DESENVOLVIMENTO – O conceito de desenvolvimento sustentável é frequentemente associado e com crescimento econômico e industrial e engloba três eixos – social, econômico, ambiental. Em 2002, a Cúpula de Johanesburgo sobre Desenvolvimento Sustentável estabeleceu a importância da cultura para o desenvolvimento. Porém, não passou à prática e a cultura não figurou como um dos temas centrais da conferência Rio + 20 em 2012.

O Artigo 2º da Convenção sobre Proteção e a Promoção das Diversidades Culturais, adotada pela UNESCO, e ratificado pelo Brasil, afirma em seus princípios orientadores que essa proteção “constitui uma condição essencial para um desenvolvimento sustentável em benefício das gerações presentes e futuras”. Mesmo assim, a cultura ainda é percebida pelos gestores públicos de outras áreas da administração e pela sociedade em geral apenas enquanto conjunto de atividades artísticas.

Nesse contexto, o projeto de reflexão conjunta entre Brasil e União Europeia é uma contribuição para o reconhecimento da posição estratégica da cultura para o desenvolvimento sustentável, na percepção inclusive dos saberes e fazeres das comunidades tradicionais nas relações entre o ser humano e o meio ambiente, passando pelos três eixos que configuram o desenvolvimento sustentável e configurando um quarto eixo.

Fonte : http://www.cultura.gov.br/noticias-destaques

Facebook Comments

0 Comments

Leave A Reply

You must be logged in to post a comment.